MAN Portugal
Voltar à visão geral

Coronavírus: barreira de proteção higiénica para proteger os condutores contra infeções

24.06.2020 Bus

A MAN Truck & Bus oferece agora uma barreira de proteção higiénica especialmente desenvolvida para se adaptar nos seus autocarros urbanos, autocarros interurbanos e autocarros de turismo. Esta solução está destinada a desempenhar um papel significativo na garantia de que os condutores possam realizar o seu trabalho da forma mais segura possível, tanto agora como no futuro.

A saúde dos passageiros e dos condutores é a principal prioridade para os operadores de autocarros urbanos, autocarros interurbanos e autocarros de turismo. Isto é ainda mais importante na era do coronavírus.

  • A barreira separa a cabine do condutor da área do passageiro, protegendo tanto os condutores como os passageiros
  • MAN Lion's City: barreira protetora para a nova geração de autocarros urbanos disponível em fábrica ou adaptada como serviço após-venda
  • O MAN Bus Modification Center efetua adaptações personalizadas para autocarros interurbanos, autocarros de turismo e a geração existente de autocarros urbanos

Todos os dias, os motoristas de autocarro asseguram que o público possa continuar a viajar e a chegar em segurança ao destino. Há uma boa razão para que sejam classificados como trabalhadores essenciais durante a pandemia do coronavírus. Com o objetivo de proporcionar a melhor proteção possível para impedir os condutores de contrair o coronavírus ou outras infeções, a MAN Truck & Bus disponibiliza agora uma barreira de proteção higiénica que pode ser adaptada em autocarros urbanos, autocarros interurbanos e autocarros de turismo "A segurança dos motoristas é uma prioridade e um assunto sensível para nós. Em última análise, são eles que estão lá fora dia após dia para manter o sistema de transportes em funcionamento", explica Heinz Kiess, Diretor de Marketing de Produtos de Autocarros da MAN Truck & Bus. "O painel de teto elevado mantém a cabine do condutor separada da área do passageiro, protegendo tanto os condutores como os passageiros".

Será necessário tomar precauções para proteger os funcionários das empresas de autocarros, especialmente com o distanciamento necessário atualmente e as regras sanitárias recomendadas. "O embarque pela porta da frente ainda é proibido e as filas da frente ainda estão fora dos limites em muitos autocarros. Assim que estes forem reabertos aos passageiros, o motorista será automaticamente reexposto a muito mais contacto com novas pessoas, quer para responder a questões ou vender bilhetes", acrescenta Kiess. A MAN Truck & Bus trabalhou em estreita colaboração com empresas de autocarros de vários países ao discutir e implementar as suas ideias e soluções para a proteção dos condutores. O objetivo era assegurar que estes satisfaçam as necessidades e preferências dos operadores da forma mais eficaz possível. "Naturalmente, as barreiras de proteção higiénica especialmente desenvolvidas também satisfazem todos os requisitos legais e nunca prejudicam a visão do condutor".

Para a nova geração MAN Lion's City, a barreira protetora do local de trabalho do condutor pode ser instalada como um equipamento de fábrica ou adaptada como parte do serviço após-venda da MAN. Os clientes podem escolher entre uma versão totalmente selada e uma versão com um ponto de acesso para a emissão de bilhetes. "Temos visto uma procura crescente destes no mercado de autocarros urbanos", observa Kiess. "Mas também recebemos pedidos de informação para todos os outros veículos operados pelos nossos clientes, tais como autocarros interurbanos. Podemos instalá-los rapidamente no MAN Bus Modification Center em Plauen, Alemanha". Os peritos em modificação de autocarros também efetuam modificações personalizadas para modelos da atual geração Lion's City. Além disso, podem converter a barreira por detrás do local de trabalho do condutor numa divisória a bordo dos modelos de autocarros MAN Lion's Coach e NEOPLAN Tourliner. A barreira divisória alta é feita de policarbonato resistente a estilhaços e instalada com uma secção de alumínio, enquanto o painel inferior é feito de vidro acetinado. "O MAN Bus Modification Center, especializado em soluções práticas e personalizadas, tem um papel particularmente importante a desempenhar - especialmente agora, no meio desta crise", salienta Kiess.

As primeiras adaptações já foram concluídas em Plauen, incluindo uma solução de segurança higiénica para o MAN Lion's Coach L. "Isto faz do VfL Wolfsburg o primeiro clube alemão da Bundesliga a ter instalado um sistema de proteção de coronavírus a bordo do autocarro da sua equipa". A MAN também instalou barreiras divisoras nos dois modelos Lion's City E que estão a ser testados em campo pelos operadores em Hamburger Hochbahn AG e Verkehrsbetriebe Hamburg-Holstein GmbH (VHHH). "Como resultado, estes autocarros elétricos não são apenas veículos com emissões zero - eles também terão uma proteção melhorada contra o coronavírus enquanto estão fora a servir as suas rotas", diz Kiess.

Além disso, e como é óbvio, as regras regionais, nacionais e internacionais recomendadas de higiene e distanciamento estipuladas ou recomendadas pelas autoridades competentes também devem ser seguidas nos autocarros.

Para a nova geração da MAN Lion's City, a barreira de proteção higiénica pode ser instalada como um equipamento de fábrica. Em alternativa, pode ser instalada como parte do serviço após-venda da MAN. O MAN Bus Modification Center em Plauen, Alemanha, oferece soluções personalizadas de adaptação para a geração de autocarros urbanos existentes, também disponíveis como parte do serviço de pós-venda da MAN.

Para a nova geração da MAN Lion's City, a barreira de proteção higiénica pode ser instalada como um equipamento de fábrica. Em alternativa, pode ser instalada como parte do serviço após-venda da MAN. O MAN Bus Modification Center em Plauen, Alemanha, oferece soluções personalizadas de adaptação para a geração de autocarros urbanos existentes, também disponíveis como parte do serviço de pós-venda da MAN.

Contacto

Luis Pereira
MAN Truck & Bus
+351 21 420 0343
marketing@pt.man-mn.com

ANITA: Quando o próprio camião encontra o seu caminho no terminal
24.05.2022 | Camiões
MAN Truck & Bus, Deutsche Bahn, Universidade Fresenius de Ciências Aplicadas, e Götting KG, traçam um balanço positivo a médio prazo no projeto conjunto de automatização ANITA (Autonomous Innovation in Terminal Operations). Com o primeiro projeto público de um sistema de condução autónoma de camiões na plataforma de testes MAN em Munique, os parceiros apresentaram o que foi alcançado até agora e anunciou intensos esforços práticos e de desenvolvimento no armazém de contentores da DB Intermodal Services e do terminal DUSS (Deutsche Umschlaggesellschaft Schiene-Straße mbH) em Ulm Dornstadt como o passo seguinte. O objetivo da ANITA é utilizar camiões autónomos para estabilizar os processos envolvidos em transferência de contentores da estrada para os caminhos-de-ferro, tornando-os mais eficientes, mais fáceis de planear e, ao mesmo tempo, mais flexíveis. Isto permitirá que mais mercadorias sejam transportadas de forma mais sustentável.
Mais
Missão cumprida
17.05.2022 | Bus
Dez dias eletrizantes depois: O MAN Lion's City E 12 - pioneiro da estratégia de emissões zero da MAN - completou de forma fiável uma viagem de cerca de 2.500 quilómetros através de oito países europeus. O seu destino foi a "ilha verde" da Irlanda. Aí, o autocarro urbano totalmente eléctrico vai participar no "International Bus Euro Test 2022" em Limerick.
Mais
MAN e ABB E-mobility
16.05.2022 | Camiões
Nas instalações do antigo Aeroporto de Berlim Tempelhof, na presença do Ministro Federal Alemão para o Digital e Transportes Dr. Volker Wissing, a MAN Truck & Bus tinha um protótipo do seu próximo camião elétrico, conduzido hoje pela primeira vez. Uma das principais características técnicas do pioneiro veículo comercial elétrico, que será lançado no mercado em 2024, é a sua capacidade de carregamento futuro em megawatts. ABB E-mobility, um fornecedor líder global em soluções de carregamento em eletricidade, pretende trazer a tecnologia de carregamento de megawatts para o mercado nos próximos três anos. A MAN e a ABB E-mobility aceleram assim, para a próxima fase da mobilidade elétrica: capacidade operacional para camiões pesados de longa distância com intervalos diários entre 600 e 800 quilómetros. Além disso, com os seus compromissos com a mobilidade elétrica, as duas empresas assinalam uma nova fase, mostrando que a indústria está pronta para prosseguir, e que os legisladores devem estabelecer uma estrutura
Mais