MAN Portugal
Voltar à visão geral

A MAN reduz as emissões de gases com efeito de estufa nas suas instalações em mais de 50 por cento em comparação com 2019

21.05.2024 Camiões
  • Redução de 51,2 por cento das emissões de gases de efeito estufa nas unidades da empresa em todo o mundo
  • Redução de 12,8 por cento das emissões de gases de efeito estufa por quilómetro de veículo dos produtos vendidos pela MAN
  • 95 por cento de reciclagem dos resíduos de produção
  • MAN Lion's City E líder de mercado para autocarros urbanos totalmente elétricos na Europa em 2023
  • Lançamento das vendas das séries de camiões elétricos pesados MAN eTGX e MAN eTGS em outubro de 2023

Ao aderir à "Science Based Targets initiative (SBTi)" em 2021, foram estabelecidos objetivos vinculativos e baseados na ciência para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa prejudiciais ao clima: até 2030, 70% das emissões de gases com efeito de estufa (GEE) devem ser poupadas nas instalações globais da MAN em comparação com o ano de referência de 2019 (âmbitos 1 e 2). Até o final de 2023, já foi alcançada uma redução de 51,2 por cento.

As emissões de GEE da frota por veículo-quilómetro de camiões, autocarros e carrinhas vendidos pela MAN (Âmbito 3) devem ser reduzidas em 28% até 2030, em comparação com 2019. No ano de referência de 2023, foi alcançada uma redução de 12,8%.

"A MAN Truck & Bus pode olhar para trás e ver um 2023 extremamente bem-sucedido em termos económicos. Ao mesmo tempo, apesar do aumento significativo da produção, conseguimos reduzir ainda mais as nossas emissões de gases com efeito de estufa nos locais globais. Um feito de que estamos particularmente orgulhosos. E o aumento do nosso portfólio de produtos para sistemas de acionamento alternativos também alcançou marcos importantes no caminho para a descarbonização em 2023 com a nossa liderança de mercado em autocarros urbanos totalmente elétricos e o lançamento no mercado do nosso eTruck", diz Alexander Vlaskamp, CEO da MAN Truck & Bus.

A Descarbonização por meio de motores alternativos

Em 2023, mais de 96 por cento das emissões de gases com efeito de estufa da empresa foram gerados durante a fase de utilização dos produtos MAN recentemente vendidos. A conversão da frota de veículos para sistemas de acionamento alternativos é, portanto, a maior alavanca para o fabricante de veículos comerciais atingir os seus ambiciosos objetivos de CO2.

A MAN tornou-se líder de mercado na Europa em 2023 no que diz respeito aos autocarros urbanos totalmente elétricos, apenas quatro anos após o lançamento no mercado do MAN Lion's City E. O aumento dos camiões totalmente elétricos também continua a acelerar com o lançamento das vendas do MAN TGX e TGS em outubro de 2023. Espera-se que os primeiros veículos sejam entregues aos clientes já em 2024. Além do acionamento puramente elétrico a bateria, a MAN também vê sistemas de acionamento baseados em hidrogénio. Uma pequena série de um camião com tecnologia de combustão de hidrogénio (MAN hTGX), que será classificado como veículo de emissões zero (ZEV), deverá ser entregue aos primeiros clientes-piloto já em 2025.

Baixa produção de CO2

As emissões de gases com efeito de estufa de âmbito 1 e 2 devem ser ainda mais reduzidas através da conversão e modernização sistemáticas do aprovisionamento energético, da utilização de fontes de energia renováveis e de medidas de eficiência energética.

Para atingir estas metas ambiciosas de economia, a MAN está a implementar um amplo conjunto de medidas. O abastecimento de energia nos locais de produção está a ser gradualmente convertido em eletricidade e calor de fontes de energia renováveis. Além da aquisição externa de energia renovável, isso inclui também a instalação de sistemas fotovoltaicos, por exemplo, na África do Sul e em Ancara. Na fábrica de Cracóvia, o sistema de aquecimento a gás foi convertido num sistema de aquecimento a pellets de madeira com baixo teor de CO2. A unidade de Nuremberga foi também ligada a uma rede de aquecimento urbano e a utilização de energia geotérmica está a ser planeada para a fábrica principal em Munique.

Em termos de aprovisionamento energético, a proporção de fontes de energia renováveis provenientes dos chamados "CAE" - Contratos de Aquisição de Energia - está a ser gradualmente aumentada. Isto aumentará a compra direta de energia solar ou eólica, bem como a segurança do planeamento do fornecimento de energia.

Economia circular

Em tempos de escassez de matérias-primas, a MAN considera o modelo de economia circular como uma contribuição significativa para a criação de valor e proteção ambiental em igual medida. Isso inclui o uso eficiente e responsável de matérias-primas, a reutilização de peças e componentes e a prevenção da poluição ambiental. No ano em análise, a taxa de reciclagem dos resíduos de produção foi de 95 por cento.

A MAN Truck & Bus é uma das principais empresas da Europa no fabrico de veículos comerciais e no fornecimento de soluções de transporte, com uma facturação anual de cerca de 11 mil milhões de euros (2018). O portfólio de produtos inclui carrinhas, camiões, autocarros e motores a diesel e a gás, assim como serviços no âmbito do transporte de passageiros e de mercadorias. A MAN Truck & Bus é uma empresa da TRATON SE, e emprega em todo o mundo mais de 36.000 colaboradores.

Contacto

Luis Pereira
MAN Truck & Bus
+351 21 420 0343
marketingpt@man.eu

MAN Truck & Bus Portugal
23.05.2024 | Assistência,  Transporter,  Bus,  Camiões
A MAN Truck & Bus foi mais uma vez galardoada com uma medalha de ouro pela EcoVadis, um fornecedor de classificações de sustentabilidade para empresas, pelos seus compromissos e desempenho em matéria de sustentabilidade.
Mais